Promoção!

Português – 25 questões comentadas sobre: Novo Acordo Ortográfico, fonética e fonologia, acentuação gráfica, emprego do hífen, parônimos e homônimos

R$24,80 R$12,40

Ou em até 2x de R$6,20
Sem Juros - PagSeguro

Descrição

Este produto é uma aula escrita com 25 questões comentadas de Português.

Trabalharemos diversos assuntos da disciplina, a saber:
– Novo Acordo Ortográfico;
– Fonética e fonologia;
– Acentuação gráfica;
– Emprego do hífen;
– Parônimos e homônimos.

Veja um exemplo de questão comentada abaixo.

(IESES / CRM-SC – Contador – 2015)
Assinale a opção em que há quatro palavras INCORRETAS:
a) coronéis; micro-ondas; hipersensível; super-resistente; anti-horário; bem-vindo.
b) acessor; atraso; infringir; jus; excessão; ascenção; aridês; vírus; excesso; viuvez.
c) canalizar, pesquisar, analisar, balizar, sintetizar; dialisar; atualizar; bisar; prezar.
d) ideia, chapéu, herói, plateia, condói, céu, perdoo, voo, geo-história, subsolo.

Comentário: Existem quatro palavras escritas incorretamente na alternativa B, quais sejam, ASSESSOR, EXCEÇÃO, ASCENSÃO e ARIDEZ. A questão procurou saber se o cand0idato possui conhecimento da língua portuguesa, incluindo palavras que são comumente escritas erroneamente no cotidiano.
Gabarito: B

O material se encontra atualizado e em consonância com o que é mais cobrado nas provas de concurso público. As questões são originárias de bancas diversas: IESES, FUNRIO, IOBV, FGV, CETREDE, FAEPESUL, entre outras.

A partir de uma leitura agradável e com linguagem clara, esta aula servirá para uma revisão geral dos conteúdos. O material contém os principais pontos que caem nas provas de Português.
No fim, encontram-se as mesmas questões sem os comentários, a fim de que você as faça sem consulta, como se um simulado fosse.

O produto está em formato .pdf, para você imprimir ou ler diretamente em seu computador, smartphone e tablet.
Contém 29 páginas.

Após a confirmação do pagamento, você receberá imediatamente um e-mail com um link exclusivo em que poderá realizar o download da aula.
Qualquer dúvida sobre o material, por favor, entre em contato conosco! Envie-nos um e-mail em contato@loja.legal ou um Whatsapp para (11) 94916-570.

Abaixo, todas as questões que são comentadas neste produto:

1- (UFMA / UFMA – Pedagogo – 2016)

A opção em que o termo grifado não está acentuado graficamente quanto às
novas normas em vigor é:
a) Ontem ele não pôde desfilar por sua escola; somente sua esposa pôde.
b) A prefeitura do Rio montou um esquema para o bom funcionamento do
trânsito durante o carnaval.
c) Sua fantasia era tão esquisita que ele mais parecia um animal pre-histórico.
d) Eles vêm aqui sempre que podem para curtir as férias.
e) Não foi uma boa ideia fazer festas infantis depois das 19 horas, pois as
crianças já estão sonolentas.

2- (IADES / ELETROBRAS – Leiturista – 2015)
Considerando as regras de ortografia, assinale a alternativa em que a palavra está
grafada corretamente.
a) Dimencionar.
b) Assosciação.
c) Capassitores.
d) Xoque.
e) Conversão.

3- (MPE-RS / MPE-RS – Assessor – Letras – 2015)
Instrução: A questão está relacionada ao novo Acordo Ortográfico da Língua
Portuguesa que está sendo implementado desde 1° de janeiro de 2009 e que
coexiste com a norma ortográfica atualmente vigente. Assinale a alternativa que
apresenta as formas corretas para preencher as lacunas dos enunciados abaixo,
na ordem em que aparecem. 1. Os advogados________no rosto do réu uma
expressão de desapontamento. 2. As forças de segurança________os populares
que tentam invadir o prédio. 3. O jurado impressionou-se com os
________retóricos da defesa.
a) vêem – contém – vôos
b) veem – contêm – voos
c) vêm – contém – voos
d) vêem – contêm – voos
e) veem – contêm – vôos

4- (CETREDE / Prefeitura de Caucaia – CE – Agente de Suporte e Fiscalização –
2016)
Assinale a opção em que o x de todos os vocábulos não tem o som de /ks/.
a) tóxico – axila – táxi.
b) táxi – êxtase – exame.
c) exportar – prolixo – nexo.
d) tóxico – prolixo – nexo.
e) exército – êxodo – exportar.

5- (MPE-SC / MPE-SC – Promotor de Justiça – 2016)
“A Família Schürmann, de navegadores brasileiros, chegou ao ponto mais distante
da Expedição Oriente, a cidade de Xangai, na China. Depois de 30 anos de longas
navegações, essa é a primeira vez que os Schürmann aportam em solo chinês. A
negociação para ter a autorização do país começou há mais de três anos, quando
a expedição estava em fase de planejamento. Essa também é a primeira vez que
um veleiro brasileiro recebe autorização para aportar em solo chinês, de acordo
com as autoridades do país.”
(http://epoca.globo.com/vida/noticia/2015/03/bfamilia-schurmannb-navegapela-
primeira-vez-na-antartica.html)
Apesar de o trema ter desaparecido da língua portuguesa, ele se conserva em
nomes estrangeiros, como em Schürmann.

6- (IOBV / Prefeitura de Chapecó – SC – Engenheiro de Trânsito – 2016)
Diga qual destas definições é a que cabe para dígrafo?
a) É a menor unidade sonora distintiva da palavra.
b) É o fonema vocálico que se agrupa com a vogal, numa sílaba.
c) É a letra que representa dois fonemas ao mesmo tempo.
d) É o conjunto de duas letras que representam um único fonema.

7- (CETREDE / Prefeitura de Caucaua – CE – Agente de Suporte e Fiscalização –
2016)
Indique a alternativa em que todas as palavras devem receber acento.
a) virus, torax, ma.
b) caju, paleto, miosotis .
c) refem, rainha, orgão.
d) papeis, ideia, latex.
e) lotus, juiz, virus.

8- (MPE-SC / MPE-SC – Promotor de Justiça – 2016)
Desde as primeiras viagens ao Atlântico Sul, os navegadores europeus
reconheceram a importância dos portos de São Francisco, Ilha de Santa Catarina
e Laguna, para as “estações da aguada” de suas embarcações. À época, os navios
eram impulsionados a vela, com pequeno calado e autonomia de navegação
limitada. Assim, esses portos eram de grande importância, especialmente para os
navegadores que se dirigiam para o Rio da Prata ou para o Pacífico, através do
Estreito de Magalhães.” (Adaptado de SANTOS, Sílvio Coelho dos. Nova História
de Santa Catarina. Florianópolis: edição do Autor, 1977, p. 43.)
O acento gráfico em navegação, através e Magalhães obedece à mesma regra
gramatical.

9- (FAEPESUL / Prefeitura de Nova Veneza – SC – Psicólogo – 2016)
Analise atentamente a presença ou a ausência de acento gráfico nas palavras
abaixo e indique a alternativa em que não há erro:
a) ruím – termômetro – táxi – talvez.
b) flôres – econômia – biquíni – globo.
c) bambu – através – sozinho – juiz
d) econômico – gíz – juízes – cajú.
e) portuguêses – princesa – faísca.

10- (PaqTcPB / Prefeitura de Patos – PB – Professor – Língua Portuguesa – 2010)
Considere a seguinte frase escrita por um aluno do ensino fundamental: Não deixi
matar os passarinhos. A forma “deixi”, em lugar de “deixe”, ilustra um caso de
inadequação:
a) Morfológica.
b) Fonológica.
c) Fono-ortográfica.
d) Fonética.
e) Morfossintática.

11- (FUNRIO / IF-BA – Auxiliar em Administração – 2016)
De acordo com as regras ortográficas em vigor, a única dupla de palavras
corretamente hifenizadas é:
a) mil-folhas & vai-vem.
b) fim-de-semana & dia-a-dia.
c) micro-ondas & super-homem.
d) mais-que-perfeito & leva-e-traz.
e) auto-escola & mula-sem-cabeça.

12- (IESES / CRM-SC – Contador – 2015)
Assinale a opção em que há quatro palavras INCORRETAS:
a) coronéis; micro-ondas; hipersensível; super-resistente; anti-horário; bemvindo.
b) acessor; atraso; infringir; jus; excessão; ascenção; aridês; vírus; excesso;
viuvez.
c) canalizar, pesquisar, analisar, balizar, sintetizar; dialisar; atualizar; bisar;
prezar.
d) ideia, chapéu, herói, plateia, condói, céu, perdoo, voo, geo-história,
subsolo.

13- (MPE-RS / MPE-RS – Assessor – Administração – 2015)
Instrução: A questão está relacionada à redação oficial. Assinale o enunciado em
que, do ponto de vista do uso ou não do hífen, as duas palavras ou expressões
sublinhadas estão grafadas corretamente, segundo as normas do novo Acordo
Ortográfico da Língua Portuguesa que está sendo implementado desde 1º de
janeiro de 2009 e que coexiste com a norma ortográfica atualmente vigente.
a) Além de aperfeiçoar a infraestrutura de nossa empresa, procuramos
contratar mão de obra mais especializada.
b) A concorrência alega estar anos luz à nossa frente em matéria de
autosserviços.
c) Desde a idade preescolar, somos preparados para nos tornarmos cidadãos
bem-educados.
d) Os dois escritores produziram em co-autoria uma verdadeira obra-prima.
e) Procuramos otimizar no dia a dia o interrelacionamento entre nossos
funcionários.

14- (FGV / SEDUC-AM – Professor – Língua Portuguesa – 2014)
Assinale a opção em o emprego do hífen, segundo as regras do mais recente
Acordo Ortográfico, está incorreto.
a) Vamos comprar um anti-inflamatório porque ela está superresfriada.
b) O quadro foi protegido com vidro antirreflexo
c) Ele era corréu na acusação de ter assassinado o contrarregra
d) O grupo antissequestro já participa da investigação.
e) Trata-se de uma informação semioficial.

15- (IOBV / Prefeitura de Chapecó – SC – Engenheiro de Trânsito – 2016)
Em se tratando das palavras que devem omitir o hífen, segundo o Novo Acordo
Ortográfico da Língua Portuguesa, assinale a única opção em que todas deixam
de receber corretamente este sinal.
a) antirreformista, antissemita, ultrassom.
b) antissocial, pseudossufixo, supraaxilar.
c) contrarregra, cosseno, hiperrealista.
d) neoortodoxo, ultrarrealismo, antisséptico.

16- (FAEPESUL / Prefeitura de Lauro Muller – SC – Auxiliar Administrativo – 2016)
Atento ao emprego dos Homônimos, analise as palavras sublinhadas e identifique
a alternativa CORRETA:
a) Ainda vivemos no Brasil a descriminação racial. Isso é crime!
b) Com a crise política, a renúncia já parecia eminente.
c) Descobertas as manobras fiscais, os políticos irão agora expiar seus
crimes.
d) Em todos os momentos, para agir corretamente, é preciso o bom censo.
e) Prefiro macarronada com molho, mas sem estrato de tomate.

17- (MPE-SC / MPE-SC – Promotor de Justiça – 2016)
Está gramaticalmente correta esta frase: Não faço cessão dos meus direitos!

18- (UFMT / TJ-MT – Analista Judiciário – Ciências Contábeis – 2016)
Na língua portuguesa, há muitas palavras parecidas, seja no modo de falar ou no
de escrever. A palavra sessão, por exemplo, assemelha-se às palavras cessão e
seção, mas cada uma apresenta sentido diferente. Esse caso, mesmo som, grafias
diferentes, denomina-se homônimo homófono. Assinale a alternativa em que
todas as palavras se encontram nesse caso.
a) taxa, cesta, assento
b) conserto, pleito, ótico
c) cheque, descrição, manga
d) serrar, ratificar, emergir

19- (Instituto Excelência Órgão / Prefeitura de Cruzeiro – SP – Instrutor de
Desenho Técnico e Mecânico – 2016)
Assinale a alternativa em que as palavras podem servir de exemplos de
parônimos:
a) Cavaleiro (Homem a cavalo) – Cavalheiro (Homem gentil).
b) São (sadio) – São (Forma reduzida de Santo).
c) Acento (sinal gráfico) – Assento (superfície onde se senta).
d) Nenhuma das alternativas.

20- (FGV / CODEBA – Analista Portuário – Administratdor – 2016)
Texto I Do relatório à pizza
Nos últimos anos, relatórios produzidos por Comissões Parlamentares de
Inquérito têm merecido destaque na mídia nacional por impactos das denúncias
que investigam. Algumas das sessões de inquérito são transmitidas por canais de
televisão e acompanhadas por milhares de brasileiros interessados no resultado
das investigações conduzidas por seus representantes legislativos. Muitos jornais
publicam trechos dos relatórios produzidos por essas comissões de inquérito. De
modo geral, porém, as expectativas dos eleitores são frustradas quando veem
relatórios que apontam responsabilidades por crimes de corrupção e desvio de
verbas públicas serem “engavetados” sem que os responsáveis sejam punidos.
(João Montanaro, Folha de São Paulo, 19-05-2012) “Algumas das sessões de
inquérito são transmitidas por canais de televisão e acompanhadas por milhares
de brasileiros interessados no resultado das investigações conduzidas por seus
representantes legislativos”. Sobre os componentes desse segmento do texto,
assinale a afirmativa inadequada.
a) “Transmitidas”, “acompanhadas” e “conduzidas” são palavras
formalmente idênticas.
b) “Milhares de brasileiros” equivale semanticamente a “brasileiros aos
milhares”.
c) “No resultado das investigações” funciona como complemento do
adjetivo “interessados”.
d) O possessivo “seus” tem por referente “brasileiros”.
e) A forma “sessões” está incorreta, devendo ser substituída por “seções”.

21- (IESES / CRM-SC – Assistente Administrativo – 2015)
Observe as sentenças.
I. Com medo do escuro, a criança ascendeu a luz.
II. É melhor deixares a vida fluir num ritmo tranquilo.
III. O tráfico nas grandes cidades torna-se cada dia mais difícil para os carros e os
pedestres.
Assinale a alternativa correta quanto ao uso adequado de homônimos e
parônimos.
a) I e III.
b) II e III.
c) II apenas.
d) Todas incorretas.

22- (Instituto CIDADES / CONFERE – Assistente Administrativo VII – 2016)
Marque a opção em que as duas palavras são acentuadas por obedecerem a
regras distintas:
a) Catástrofes – climáticas.
b) Combustíveis – fósseis.
c) Está – país.
d) Difícil – nível.

23- (FUNRIO / IF-BA – Administrador – 2016)
Assinale a única alternativa que mostra uma frase escrita inteiramente de acordo
com as regras de acentuação gráfica vigentes.
a) Nas aulas de Ciências, construí uma mentalidade ecológica responsável.
b) Nas aulas de Inglês, conheci um pouco da gramática e da cultura inglêsa.
c) Nas aulas de Sociologia, gostei das idéias evolucionistas e de estudar ética.
d) Nas aulas de Artes, estudei a cultura indígena, o barrôco e o
expressionismo
e) Nas aulas de Educação Física, eu fazia exercícios para gluteos, adutores e
tendões.

24- (CESGRANRIO / ANP – Técnico em Regulação de Petróleo e Derivados – 2016)
O grupo de palavras que obedecem às normas de acentuação da Língua
Portuguesa é:
a) raizes, dificil, século
b) rúbrica, saúva, amavel
c) também, possível, êxito
d) idolo, parabéns, ciencia
e) indústria, saude, ninguém

25- (FCC / SEDU – ES – Professor – Língua Portuguesa – 2016)
O locutor pode indicar diferentes pontos de vista em uma asserção, atribuindo
sua responsabilidade a outro enunciador. Para isso, pode utilizar-se da negação,
de marcadores de pressuposição, do emprego de verbos que indiquem mudança
ou permanência de estado, de certos operadores argumentativos, do futuro do
pretérito com valor de metáfora temporal. Essa definição de KOCH, BENTES e
CAVALCANTE (2008) corresponde ao conceito de:
a) Polifonia.
b) Intertextualidade temática.
c) Intertextualidade tipológica.
d) Intertextualidade explícita.
e) Intertextualidade implícita.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.