Promoção!

Português – 27 questões comentadas sobre: morfologia, artigos, verbos, pronomes, estrutura do verbo (radical, vogal temática, desinências), formação das palavras

R$26,80 R$13,40

Ou em até 2x de R$6,70
Sem Juros - PagSeguro

Descrição

Este produto é uma aula escrita com 27 questões comentadas de Português.

Trabalharemos diversos assuntos da disciplina, a saber:
– Morfologia, artigos, verbos, pronomes;
– Estrutura do verbo (radical, vogal temática, desinências);
– Formação das Palavras: Composição, Derivação, Hibridismo, Onomatopeia e Abreviação.
O material está atualizado e em consonância com o que é mais cobrado nas provas de concurso público. As questões são originárias de bancas diversas: FUNRIO, FGV, FEPESE, IOBV.

Veja um exemplo de questão comentada abaixo.

(BIO-RIO / Prefeitura de Mangaratiba – RJ – Agente de Fiscalização Ambiental – 2016)
Uma frase de Mark Twain diz o seguinte: “A sorte bate em cada porta uma vez na vida, mas, em muitos casos, a pessoa está se divertindo por aí e não a ouve”. Sobre a linguagem da frase, a afirmativa adequada é:
a) A expressão “por aí” pertence à linguagem coloquial.
b) O trecho “a sorte bate em cada porta” exemplifica uma metáfora.
c) O vocábulo “uma” é exemplo de artigo indefinido.
d) Em “não a ouve”, o termo “a” se refere à porta.
e) A vírgula antes da conjunção “mas” está erradamente empregada.

Comentário: (A) Correto. “Por aí” é uma expressão coloquial, utilizada muito mais verbalmente do que na escrita. Para substituí-la por uma expressão mais formal poderíamos colocar “pelos arredores”.
(B) A metáfora desvia o significado de uma palavra para dar a ela um sentido próprio específico para o momento, não sendo o caso na assertiva. A expressão é uma prosopopeia, que é a atribuição de ações e características a seres inanimados, uma vez que a sorte não é capaz de “bater na porta”.
(C) “Uma” está como um numeral e não um artigo indefinido.
(D) O termo “a” está se referindo à sorte.
(E) Seu emprego está correto e está separando por vírgulas uma oração adversativa.
Gabarito: A

A partir de uma leitura agradável e com linguagem clara, esta aula servirá para uma revisão geral dos conteúdos. O material contém os principais pontos que caem nas provas de Português.

No fim, encontram-se as mesmas questões sem os comentários, a fim de que você as faça sem consulta, como se um simulado fosse.
O produto está em formato .pdf, para você imprimir ou ler diretamente em seu computador, smartphone e tablet.
Contém 32 páginas.

Após a confirmação do pagamento, você receberá imediatamente um e-mail com um link exclusivo em que poderá realizar o download da aula.
Qualquer dúvida sobre o material, por favor, entre em contato conosco! Envie-nos um e-mail em contato@loja.legal ou um Whatsapp para (11) 94916-570.

Abaixo, todas as questões que são comentadas neste produto:

1- (FUNRIO / IF-PA – Assistente em Administração – 2016)

“O que mais me encanta em você / É a tua capacidade de me enlouquecer, / A tua sensualidade ardente, / Teus dentes separados na frente, / Teu sorriso esperto de quem muito já sofreu, / Tua inteligência moleque, de pernas tortas, / Teu delírio otimista à beira da sorte, / Teu rosto infantil, teus traços fortes.” (Frejat, “O Que Mais Me Encanta”) Sobre o processo de formação das palavras “enlouquecer / sensualidade / ardente”, é correto afirmar que:
a) Cada uma é formada por um processo diferente.
b) As três são formadas pelo processo de derivação.
c) As três são formadas pelo processo de composição.
d) Apenas uma é formada pelo processo de composição.
e) Apenas duas são formadas pelo processo de derivação.

2- (FGV / Prefeitura de Paulínia – SP – Engenheiro Agrônomo – 2016)
“O povo, ingênuo e sem fé das verdades, quer ao menos crer na fábula, e pouco apreço dá às demonstrações científicas.” (Machado de Assis). No fragmento acima, os dois adjetivos sublinhados possuem, respectivamente, os valores de:
a) qualidade e estado.
b) estado e relação.
c) relação e característica.
d) característica e qualidade.
e) qualidade e relação.

3- (FGV / Prefeitura de Paulínia – SP – Engenheiro Agrônomo – 2016)
Entre as frases de Machado de Assis a seguir, assinale a aquela em que a locução adjetiva sublinhada mostra uma substituição inadequada.
a) “A fantasia é um vidro de cor, porém mentiroso.” / colorido
b) “Sem ter passado por provas da experiência, é muito raro dizer coisa com coisa.” / experientes
c) “Admiremos os diplomatas que sabem guardar consigo os segredos dos governos.” / governamentais
d) “Amor ou eleições, não falta matéria às discórdias dos homens.” / humanas
e) “A tática do parlamento de tomar tempo com discursos até o fim das sessões não é nova.”/ parlamentar

4- (IOBV / Prefeitura de Chapecó – SC – Engenheiro de Trânsito – 2016)
“Infelizmente as cheias de 2011 castigaram de forma severa o Vale do Itajaí.” Na frase acima (elaborada para fins de concurso) temos o caso da expressão “Infelizmente”. A palavra pode ser assim decomposta: in + feliz + mente. Aponte qual a função da partícula in dentro do processo de estruturação das palavras.
a) Radical.
b) Sufixo.
c) Prefixo.
d) Interfixo.

5- (ITAME / Prefeitura de Inhumas – GO – Procurador Jurídico – 2015)
Assinale a alternativa em que as palavras são formadas por derivação regressiva, derivação parassintética e composição por aglutinação, respectivamente.
a) Neurose, infelizmente, pseudônimo.
b) Ajuste, aguardente, arco-íris.
c) Amostra, alinhar, girassol.
d) Corte, emudecer, outrora

6- (OBJETIVA / Prefeitura de Agudo – RS – Auxiliar Administrativo – 2015)
A palavra “busca” é formada pelo processo de derivação:
a) Regressiva.
b) Parassintética.
c) Prefixal.
d) Sufixal.

7- (CONPASS / Prefeitura de São José de Caiana – PB – Agente Administrativo – 2015)
Observe os versos de uma canção:
O coração do meu peito tique-taque, tique-taque
Bate por você também
O coração do meu peito bate por você também tique-taque.
Teixeirinha. Bate, bate, coração. Disponível em: <http://letras.mus.br/teixeirinha-musicas/806668/> . Acesso em: 16 nov. 2011.
O vocábulo destacado é um exemplo do seguinte processo de formação de palavras:
a) onomatopeia
b) neologismo
c) composição por justaposição
d) composição por aglutinação
e) parassíntese

8- (FGV / DPE-RO – Analista da Defensoria Pública – Analista Jurídico – 2015)
Entre as palavras abaixo, aquela que mostra uma formação distinta das demais é:
a) promoção;
b) proteção;
c) internação;
d) população;
e) prevenção.

9- (IOBV / Prefeitura de Ituporanga – SC – Advogado – 2014)
O Hibridismo consiste na formação de palavras novas a partir de elementos de línguas diferentes. De posse do conceito, indique a alternativa abaixo em que todas as palavras são formadas por Hibridismo.
a) zincografia, planalto, passatempo.
b) Fernandópolis, bígamo, biodança.
c) microondas, malmequer, guarda-chuva.
d) desconfiômetro, aguardente, amor-perfeito.

10- (ITAME / Prefeitura de Aragoiânia – Go – Biólogo – 2016)
Leia a frase: Trouxe as revistas que você encomendou, mas não consegui comprar as de esporte, porque não as encontrei na banca de jornal, perto de casa. As palavras destacadas são respectivamente:
a) artigo / artigo / pronome demonstrativo
b) artigo / pronome demonstrativo / pronome pessoal oblíquo
c) pronome demonstrativo / artigo / pronome pessoal oblíquo
d) pronome pessoal oblíquo / pronome demonstrativo / artigo

11- (BIO-RIO / Prefeitura de Mangaratiba – RJ – Agente de Fiscalização Ambiental – 2016)
Uma frase de Mark Twain diz o seguinte: “A sorte bate em cada porta uma vez na vida, mas, em muitos casos, a pessoa está se divertindo por aí e não a ouve”. Sobre a linguagem da frase, a afirmativa adequada é:
a) A expressão “por aí” pertence à linguagem coloquial.
b) O trecho “a sorte bate em cada porta” exemplifica uma metáfora.
c) O vocábulo “uma” é exemplo de artigo indefinido.
d) Em “não a ouve”, o termo “a” se refere à porta.
e) A vírgula antes da conjunção “mas” está erradamente empregada.

12- (MGA / Prefeitura de Espigão do Oeste – RO – Professor II – Biologia – 2015)
A morfologia é o estudo da estrutura, formação e classificação das palavras. Ela está agrupada em dez classes, definidas como “classes de palavras” ou “classes gramaticais”. Assinale a alternativa que apresenta CORRETAMENTE o nome dessas classes:
a) Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Vírgula e Interjeição;
b) Substantivo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Oração Coordenada, Preposição, Conjunção e Interjeição;
c) Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição e Interjeição;
d) Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição.

13- (FUNRIO / IF-BA – Auxiliar de Biblioteca – 2014)
Identifique a classificação incorreta para o termo sublinhado:
a) A dúvida devassava-lhe a alma. (artigo definido)
b) Esse assunto só interessa a você. (preposição)
c) Leve apenas a que for sua. (artigo definido)
d) O item a da questão apresentara erro de grafia. (adjetivo)
e) Todos a considerávamos uma pessoa bastante correta. (pronome pessoal)

14- (MPE-RS / MPE-RS – Agente Administrativo – 2016)
Preencha as lacunas com “a” ou “à”. Ignorava _____ quem se dirigir: _____ funcionária da recepção, ou _____ da gerência. As lacunas acima preenchem-se corretamente com: (Aplicada em: 2014 Banca: CEFET-MG Órgão: CEFET-MG Prova: Auxiliar de Administração)
a) a – a – a
b) a – à – a
c) a – à – à
d) à – a – à
e) à – à – à

15- (FEPESE / Prefeitura de Florianópolis – SC – Auxiliar de Sala – 2016)
Assinale a alternativa em que está correta a correlação entre os tempos e os modos verbais nas frases abaixo.
a) A entonação correta ao falarmos colabora com o entendimento que o outro tem do assunto tratado e reforçaria a nossa persuasão.
b) Para falar bem em público, organize as ideias de acordo com o tempo que você terá e, antes de falar, ensaie sua apresentação.
c) A capacidade de os adolescentes virem a falar em público, teria dependido dos bons ensinamentos da escola.
d) Quem vier a comparar a fala dos jovens de hoje com os da geração passada, haveria de concluir que os jovens de hoje leem muito menos.
e) O contato visual também é importante ao falar em público. Passa empatia e envolveria o outro.

16- (CETREDE / Prefeitura de Caucaia – CE – Agente de Suporte a Fiscalização – 2016)
Em “Conheço uma moça… Se alguém contasse sua história, fariam como o senhor…” há verbos empregados respectivamente no presente do indicativo, no:
a) pretérito imperfeito do subjuntivo, no futuro do pretérito do indicativo.
b) pretérito imperfeito do indicativo, no futuro do pretérito do indicativo.
c) futuro do pretérito do indicativo, no pretérito imperfeito do subjuntivo.
d) futuro do pretérito do indicativo, no pretérito imperfeito do indicativo.
e) futuro do pretérito do subjuntivo, no pretérito imperfeito do subjuntivo.

17- (FGV / Prefeitura de Paulínia – SP – Engenheiro Agronômico – 2016)
“Teria sido o mundo criado jamais se o seu criador tivesse medo de suscitar confusão? Criar vida quer dizer criar confusão.” Sobre a estruturação gramatical da frase acima, assinale a afirmativa correta.
a) A forma ativa correspondente a “Teria sido criado” é “teria criado”.
b) O advérbio “jamais” traz o significado prioritário de negação.
c) O pronome possessivo “seu” teria que, por clareza, ser substituído por “dele”.
d) A forma verbal “tivesse” expressa o valor de tempo futuro.
e) A forma verbal “suscitar” poderia ser corretamente substituída por “que suscite”.

18- (IDHTEC / Prefeitura de Itaquitinga – PE – Assistente Administrativo – 2016)
Morto em 2015, o pai afirma que Jules Bianchi não ____(I)______culpa pelo acidente. Em entrevista, Philippe Bianchi afirma que a verdade nunca vai aparecer, pois os pilotos ____(II)______ medo de falar. “Um piloto não vai dizer nada se existir uma câmera, mas quando não existem câmeras, todos ___(III)____ até mim e me dizem. Jules Bianchi bateu com seu carro em um trator durante um GP, aquaplanou e não conseguiu ____(IV)____para evitar o choque. (http://espn.uol.com.br/noticia/603278_pai-diz-que-pilotos-da-f-1-temmedo-de-falar-a-verdade-sobre-o-acidente-fatal-de-bianchi) Complete com a sequência de verbos que está no tempo, modo e pessoa corretos:
a) Tem – tem – vem – freiar
b) Tem – tiveram – vieram – frear
c) Teve – tinham – vinham – frenar
d) Teve – tem – veem – freiar
e) Teve – têm – vêm – frear

19- (CETREDE / Prefeitura de Caucaia – CE – Agente de Suporte a Fiscalização – 2016)
O período “Fazem-se unhas” é sintaticamente igual a:
a) faz-se unhas.
b) precisa-se de empregados.
c) trabalha-se muito.
d) compram-se livros.
e) unhas são feitas.

20- (FUNRIO / IF-BA – Administrador – 2016)
Assinale a alternativa que mostra a separação correta dos morfemas do verbo dado.
a) LEVO = L+E+V+O
b) ENCONTREI = EN+CONTR+E+I
c) CONTRAÍSTES = CONTRA+I+STES
d) PLANEJARIAS = PLAN+EJAR+IA+S
e) AMASSÁSSEMOS = AM+A+SSA+SSE+MOS

21- (BIO-RIO / IABAS-RJ – Agente Administrativo – 2015)
“Cabe ressaltar que a falta de educação, saúde, segurança pública, de políticas públicas, de conselhos comunitários eficazes (integrando os adolescentes às atividades da comunidade), de efetividade dos direitos fundamentais e de aparelhamento nos institutos de internação de menores são algumas das causas imediatas e mediatas desse fenômeno que é a delinquência infanto-juvenil. Por isso, não devemos conceber apenas o lado da penalidade aos jovens. Tem-se, de longas décadas, a omissão do poder público no tocante à prática de atos concernentes à viabilização das normas constitucionais garantidoras de direitos essenciais, tendo em vista que grande parte da população é excluída do digno convívio social. Isso enaltece o desnivelamento de classes e por via refletiva afrontando a dignidade da pessoa humana, surgindo, ainda que não justificante, uma camada criminalizada da população, constituindo-se em um núcleo de violência que atinge toda a sociedade.” (Revista Visão Jurídica, Sande Nascimento de Arruda) O vocábulo “educação” é um substantivo derivado de um verbo com a ajuda de um sufixo; o mesmo ocorre no seguinte vocábulo do texto:
a) segurança.
b) comunitários.
c) efetividade.
d) penalidade.
e) convívio.

22- (FUNCAB / PRODAM-AM – Auxiliar de Motorista – 2014)
A outra noite. Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lá como aqui. Quando vinha para casa de táxi, encontrei um amigo e o trouxe até Copacabana; e contei a ele que lá em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam a cidade eram, vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma paisagem irreal. Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou um sinal fechado para voltar-se para mim: – O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar lá em cima? Confirmei: sim, acima da nossa noite preta e enlamaçada e torpe havia uma outra – pura, perfeita e linda. -Mas que coisa… Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva. Depois continuou guiando mais lentamente. Não sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa. -Ora, sim senhor… E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse um “boa noite” e um “muito obrigado ao senhor” tão sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito um presente de rei. (BRAGA, Rubem. Para gostar de ler, vol. 2, crônicas. São Paulo, Ática.) As formas verbais abaixo foram retiradas do texto e apenas uma apresenta-se no pretérito imperfeito do subjuntivo. Assinale-a.
a) vinha
b) trouxe
c) tivesse
d) desceu
e) havia

23- (FEPESE / Prefeitura de Florianópolis – SC – Auxiliar de Sala – 2016)
Analise a frase abaixo: “O professor discutiu….I……..mesmos a respeito da desavença entre ….II…..e …III….. . Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.
a) com nós • eu • ti
b) conosco • eu • tu
c) conosco • mim • ti
d) conosco • mim • tu
e) com nós • mim • ti

24- (FEPESE / Prefeitura de Florianópolis – SC – Auxiliar de Sala – 2016)
Assinale a alternativa em que onde funciona como pronome relativo.
a) Não tinha terra onde plantar hortaliças.
b) Nem sua mãe sabe onde ele conheceu Sofia.
c) O táxi me deixou onde começava a passeata.
d) Pergunto onde ele soube desta teoria.
e) Nem sei onde elas estão.

25- (CETREDE / Prefeitura de Caucaia – CE – Agente de Suporte a Fiscalização – 2016)
Marque a opção em que ocorre ênclise.
a) Disseram-me a verdade.
b) Não nos comunicaram o fato.
c) Dir-se-ia que tal construção não é correta.
d) A moça se penteou.
e) Contar-me-ão a verdade?
26- (MPE-RS / MPE-RS – Agente Administrativo – 2016)
Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas dos enunciados abaixo. 1. Quanto ao pedido do Senhor Secretário, a secretaria deverá ___I_____ que ainda não há disponibilidade de recursos. 2. Apesar de o regimento não exigir uma sindicância neste tipo de situação, a gravidade da ocorrência ____II____, sem dúvida. 3. Embora os novos artigos limitem o alcance da lei, eles não __III___.
a) informar-lhe – a justificaria – revogam-na
b) informar-lhe – justificá-la-ia – a revogam
c) informá-lo – justificar-lhe-ia – a revogam
d) informá-lo – a justificaria – lhe revogam
e) informar-lhe – justificá-la-ia – revogam-na

27- (MPE-SC / MPE-SC – Promotor de Justiça – 2016)
Quando os pronomes oblíquos o, a, os, as forem precedidos de formas verbais que terminem em r, s ou z assumem as formas lo, la, los, las. Assim, estão gramaticalmente corretas todas as frases abaixo.
a) Quero recebê-lo bem, ouvi-lo e consultá-lo quando achar necessário. b) A promotora? Ei-la assumindo novas funções no MPSC. c) Meu filho estava jogando no computador. Fi-lo parar e voltar aos estudos.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.